7:30 às 11:30 e 13:00 às 17:00    
 (55) 3792 1102/1060


capaC

 

O Poder Executivo e Legislativo do município de Pinheirinho do Vale, juntamente com Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Associação dos Produtores de Leite (APROLEITE), Associação dos Produtores de Suínos (APROSUI), Associação Comercial e Industrial (ACIPI), Direção da Escola Estadual José Cañellas, Igrejas, Instituições Bancárias, e representantes de Postos de Combustíveis,  Emater, Imprensa (Rádio Princesa do Vale) demais representantes da sociedade civil, reuniram-se extraordinariamente nesta terça- feira, 29 de maio, na Câmara Municipal de Vereadores para importante discussão e busca de alternativas frente aos acontecimentos que acometem o país devido a paralização dos caminhoneiros.

O  município de Pinherinho do Vale está passando por momentos de extrema dificuldade com grandes percas no setor econômico com  reflexo principalmente no setor agropecuário devido a falta de abastecimento de alimentos para os animais e impossibilidade de escoamento da produção. Ainda, devido a falta de abastecimento de combustível, setores como saúde e educação estão encontrando sérias dificuldades para manter o atendimento básico a população.

        Considerando a gravidade da situação atual que o município esta enfrentando, a posição unânime de todos os presentes na reunião foi em tomar medidas para amenizar a situação de apreensão que nossos munícipes estão enfrentando neste momento de tamanha dificuldade que afeta nosso país. Sendo que os prejuízos na economia do município são incalculáveis no momento afetando diretamente todos os setores da sociedade. As consequências   vão muito além do desabastecimento imediato. É preciso avaliar os impactos sistêmicos da crise  na vida pessoal, social, econômica e ambiental dos pinheirinhenses.

Diante deste cenário atual que estamos vivenciando,  foi decretado  uma ação conjunta de Emergencia, pelo entendimento de todos. Esta ação conjunta será encaminhada as autoridades federais, estaduais,  meios de comunicação locais, regionais e a população em geral.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O DECRETO