7:30 às 11:30 e 13:00 às 17:00    
 (55) 3792 1102/1060


Capa

 

O Governo Municipal  e a Secretaria da Saúde de Pinheirinho do Vale promoveram nesta terça-feira, dia 09 de abril, um grande mutirão de limpeza na cidade, na comunidade do Km 11 e no Distrito do Basílio da Gama, com o objetivo de combater o mosquito da dengue Aedes aegypti. O ponto de partida da operação foi o Centro Municipal da Terceira Idade, onde o prefeito, Elton Tatto, e os  secretários municipais  estiveram pela manhã para o lançamento da ação, que marca a união de esforços do poder público e da sociedade na luta contra a dengue.

O mutirão envolveu cerca de 200 pessoas entre servidores públicos municipais e estaduais, além de alunos das escolas, caçamba e  carregadeiras que atuaram na coleta do lixo acumulado nos quintais das casas, terrenos baldios e logradouros públicos. Também teve a orientação e conscientização da população, identificando e removendo possíveis criadouros do mosquito.

Foram detectados muitos detritos e objetos como latas, garrafas, sacos plásticos, caixas de água, tampinha de garrafa entre outros objetos que podem servir de criadouros para o mosquito.  Lembrando que o mosquito da dengue se reproduz em água parada, por isso pedimos que a população intensifique as vistorias e redobrem os cuidados em suas residências, onde devem eliminar todo e qualquer recipiente que possa acumular água. Combater a dengue é uma tarefa séria que deve ser realizada todos os dias. 

Para o secretário da Saúde, Marcelo Bechaira, a situação é preocupante.  “Estamos preocupados com essa situação. A dengue está presente nos município da nossa região, temos que eliminar o mosquito para evitar um surto no nosso município, pois, se vier a ocorrer não temos logística para atender a demanda, todos nós, Governo e sociedade, temos que fazer a nossa parte. O combate ao mosquito ainda é a única arma contra a doença. A gente faz um apelo à população e à imprensa, para que nos ajude nessa mobilização”, disse Marcelo.

Como a proliferação do mosquito da dengue é rápida, além das iniciativas governamentais, é importante que a população entenda seu papel contributivo na interrupção do ciclo de vida do Aedes Aegypti, através da eliminação dos criadouros e de seus possíveis ovos.